sexta-feira, 17 de julho de 2015

DIU SAFE Cu300


O DIU SAFE Cu 300, de fabricação holandesa, pode ser usado tanto por mulheres que já tiveram filhos como por nulíparas, adolescentes e mulheres que tenham útero com dimensão inferior a 6 cm. O DIU é um aparelho contraceptivo seguro e eficaz, apropriado para mulheres com baixo risco de doenças sexualmente transmissíveis. Nesta moderna geração de DIUs, os modelos CEPEÓ TCu 380A e DIU SAFE Cu 300 oferecem contracepção eficaz por longos períodos de tempo, com taxas de gravidez relatadas variando entre menos de uma por 100 mulheres/ano. Em usuárias típicas, os DIUs são mais eficazes do que os anticoncepcionais orais e são quase tão eficazes quanto os injetáveis, implantes e a esterilização voluntária. Já muito eficazes na contracepção, os DIUs estão sendo aprimorados em busca da redução dos efeitos colaterais e das complicações tais como sangramento, dor e expulsão.




SAFE CU 300 E SEU INSERTOR

Especialmente indicado para nuligestas(mulheres que não têm filhos) ou com útero pequeno, a critério médico.

O sangramento menstrual aumentado, freqüentemente acompanhado de dor, é a maior queixa entre as usuárias de DIUs e a maior razão médica para a remoção do mesmo. Em ensaios clínicos, 15% das mulheres pararam de usar o DIU ainda no primeiro ano após a inserção, em função de sangramento e dor; as taxas de remoção por estas razões são ainda mais altas em mulheres mais jovens e nulíparas. As taxas de expulsão relatadas variam de um a oito por 100 mulheres no primeiro ano de uso. A maioria das expulsões ocorre no primeiro ano após a inserção, especialmente nos três primeiros meses. Os fatores que parecem influenciar a expulsão incluem a idade baixa, nenhum histórico de gravidez ou parto, a técnica de inserção e a habilidade do profissional.



Na última década, foram desenvolvidos vários DIUs modificados para reduzir o sangramento, a dor e a expulsão, mantendo-se a eficácia. O DIU SAFE Cu 300 é um deles.

O SAFE Cu 300 tem a mesma aparência de outros dispositivos em formato de T, porém é menor e tem braços e haste mais finos e flexíveis. Além disso, seus braços são encurvados para baixo em direção à haste do dispositivo, num esforço para reduzir a irritação uterina e ajudar a prevenir expulsões. A maior flexibilidade do DIU ajuda na inserção com uma técnica de suave "empurrar-para-dentro" não sendo necessário o uso de um êmbolo. O aplicador também é mais fino que o do TCu 380A (3mm contra 4mm), tornando a inserção menos desconfortável.


Os resultados de um estudo aleatório comparativo do uso entre 600 mulheres com idades variando entre 18 e 45 anos, demonstraram que nas usuárias de SAFE Cu 300  as remoções por sangramento e dor foram significativamente mais baixas . Os médicos que participaram deste estudo relataram que a inserção e a remoção do CEPEÓ SAFE Cu 300 foram mais fáceis quando comparadas ao TCu 380A. O dispositivo foi aprovado para comercialização em todos os países da Comunidade Européia em 1996 e no Brasil em 2001 para uso por até cinco anos.