segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Entrevista dada para o site da Faculdade de Medicina da UFMG em 5/10/2012

  • O método conhecido como “coito interrompido” é eficaz?

Não. Ele um dos métodos menos eficazes devido ao fato do homem secretar, sem notar, um líquido (pré-ejaculado) que contém espermatozoides, mesmo antes do orgasmo.

  • Na bula de pílulas anticoncepcionais é orientado que se a mulher esquecer-se de tomar a pílula no horário usual, ela pode tomar até 12 horas depois. Nesse caso, o método diminui o efeito e aumenta as chances de gravidez?

Não. Tomando a pílula dentro deste período a usuária continua com a mesma proteção.

  • Existe a duvida de que anticoncepcionais retém líquido e faz a mulher ganhar peso. Isso acontece de fato?

Eventualmente sim. No entanto, se ocorrer, o ganho de peso é mínimo, principalmente nas pílulas de menor dosagens.

  • Existem remédios (antibióticos, analgésicos) que cortam o efeito da pílula contraceptiva?

Sim. Os principais medicamentos que comprovadamente diminuem o efeito contraceptivo das pílulas são: anticonvulsivantes e barbitúricos (fenobarbital, difenil-hidantoína, carbamazepina,primidona, etossuximida), erva de São João, rifampicina e griseofulvina.

  • O DIU é indicado para que tipo de mulher?

O DIU de cobre pode ser usado por todas as mulheres que não tenham contra-indicações a seu uso, mas, em geral são melhor adaptados em mulheres que já têm filhos. No caso do uso em mulheres que não tem filhos devem-se privilegiar os modelos de menor tamanho.

  • A interrupção da menstruação pelo anticoncepcional possui alguma reação adversa?

De um modo geral ela não causa problemas e algumas vezes é até indicado o uso contínuo da pílula. No entanto, deve-se fazer uma avaliação médica prévia.

  • A camisinha feminina é tão eficiente quanto a masculina?

Sim, e talvez seja até mais eficaz. Ela é também mais eficaz na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

  • A mulher que toma regularmente anticoncepcional, mas certa vez não usou a camisinha, deve tomar a chamada “pílula do dia seguinte” por precaução?

Não. Ela só deveria tomar caso não usasse nenhum outro método contraceptivo.

  • Quanto tempo antes de ter relações sexuais a mulher deve começar a tomar anticoncepcional?

O anticoncepcional oral e os injetáveis já são eficazes desde o primeiro mês de uso, desde que a usuária os inicie, de preferência, no 1º. dia de menstruação.