sábado, 21 de agosto de 2010

Verrugas e condilomas

As verrugas e os condilomas acuminados são causados por alguns dos inúmeros tipos do papilomavírus humano (HPV) que podem também causar lesões (manchas) no colo do útero. Ao contrário das lesões no colo do útero - que às vezes podem levar ao câncer – as verrugas da pele são benignas e incomodam apenas esteticamente. Muitas vezes são duras, ásperas, de cor variada e podem ser constrangedoras, dependendo do tamanho e localização. Assim, muitas pessoas optam por retirá-las logo que são notadas. Existem verrugas nos pés (plantares), nas mãos e dedos (vulgares) e as verrugas genitais, mais conhecidas como condilomas acuminados, que são lesões vegetantes, tipo pequeno couve flor. Estas são sexualmente transmissíveis e obrigatoriamente devem ser tratadas, devido ao risco de contágio. Existem vários tratamentos tanto para as verrugas quanto para os condilomas. Um dos melhores métodos a utilizar é a remoção através da crioterapia. Este procedimento eficaz consiste no congelamento das lesões. Este não é muito doloroso e raramente causa cicatrizes. No entanto, pode ser necessário repetir o tratamento num intervalo de uma a três semanas.


terça-feira, 10 de agosto de 2010

Contraceptivo transdérmico

O contraceptivo transdérmico (nome comercial= Evra) consiste num sistema adesivo de liberação diária de 150 mcg de norelgestromina (estrógeno) e 20 mcg de etinil-estradiol (estrógeno), que são absorvidos pela pele.
evra2


terça-feira, 13 de julho de 2010

Quando iniciar e parar de fazer o exame preventivo do câncer do colo do útero

Em 2002 a American Cancer Society realizou um extenso estudo e revisão de evidências a respeito de quando iniciar o rastreamento, quando descontinuar, qual o intervalo adequado entre as coletas citológicas e a necessidade ou não desta coleta em mulheres histerectomizadas. A conclusão desta revisão, em concordância com o National Cancer Institute , é de que o primeiro esfregaço de Papanicolaou deve ser colhido aproximadamente até três anos após o inicio da atividade sexual. Mulheres que não são sexualmente ativas têm um risco muito baixo de câncer do colo uterino e não necessitam de um rastreamento regular. A idade limite para a descontinuação da coleta do esfregaço é de 70 anos, desde que a mulher tenha três ou mais exames citológicos negativos e nenhum exame positivo nos últimos 10 anos. Quanto às mulheres com histerectomia total (retirada do útero), é consenso nestes estudos que não existe indicação do rastreamento nessas mulheres, desde que a histerectomia não tenha sido causada por neoplasia maligna do colo uterino.

terça-feira, 23 de março de 2010

Barreiras médicas ao uso de contraceptivos

Em várias circunstâncias métodos anticoncepcionais são negados a muitas mulheres devido a preocupações de saúde que na realidade não tem nenhuma base científica. Estas barreiras médicas desnecessárias podem limitar a escolha do método pelas mulheres, diminuindo a chance delas gostarem do método selecionado e continuarem usando corretamente e constantemente. Além disso, tais barreiras podem ser perigosas se elas resultarem em numa gravidez não planejada. Na maioria das circunstâncias, o risco de uma mulher de morrer devido a uma gravidez é muitas vezes maior que morrer pelo uso de um método anticoncepcional. E algumas mulheres com gravidezes não planejadas optam para abortos que são muito freqüentemente efetuados ilegalmente e sob condições inseguras.


Medical Eligibility Criteria for Contraceptive Use, 4th edition, 2009

Faça seu download clicando no título acima e siga as instruções.